• GFD

Fortalecimento do CORE e dos membros inferiores


Uma das novidades dos últimos anos, ao nível do treino, é a introdução do fortalecimento do CORE, mas o que é isso do CORE?

O CORE não é mais do que o nosso centro de gravidade do corpo, que coincide com a nossa região lombar, abdominal e pélvica. A estabilidade do CORE é por isso um factor determinante para a prevenção das lesões, e muitas vezes ignorado pelos atletas. Reserve pois, no seu treino semanal, dois dias para exercitar o CORE. Caso realize estes exercícios em dias de treino de corrida, procure que coincida com treinos de menor intensidade.


O fortalecimento dos músculos dos membros inferiores (quadricipete, isquiotibiais e gémeos) são também muito importantes. Estes grupos musculares devem ser trabalhados em sobrecarga muscular excêntrica, que consiste em fortalecer a musculatura, enquanto as fibras musculares se alongam através da força dos tendões e não da sua contracção, utilizando uma carga superior à utilizada no quotidiano. Em oposição ao trabalho de musculação concêntrica, usualmente utilizada para o fortalecimento muscular, onde as extremidades musculares se aproximam encurtando o músculo, aqui o músculo fortalece enquanto resiste ao movimento e se alonga, reproduzindo os mecanismos frequentemente potenciadores de lesão, e preparando o músculo para os evitar.


O trabalho muscular excêntrico solicita mais fibras tendinosas do que o trabalho muscular concêntrico, promovendo o alinhamento das fibras, o aumento de colagénio do tendão, um maior ganho de força num menor espaço de tempo e um maior alongamento, o que leva a uma maior capacidade de resistência do complexo músculo-tendinoso às forças geradas, diminuindo o risco de lesão.


Outros fatores que podem originar lesões


Outro fator muitas vezes esquecido ou simplesmente ignorado é a dentição. Problemas de oclusão, cáries dentárias, inflamações das gengivas, e infeções podem causar ou agravar lesões. A alimentação e a hidratação têm também um papel fundamental na prevenção de lesões.

A alimentação e a hidratação têm também um papel fundamental na prevenção de lesões.


Conclusão


O atletismo, especialmente a corrida, é um desporto muito popular na Europa e Estados Unidos, tendo aumentado de uma forma exponencial nos últimos anos em Portugal. As investigações e o tratamento das lesões mais comuns no atletismo encontram muitas dificuldades, devido a aspetos relacionados com a causa das mesmas. Todavia, com uma atenção especial à prevenção das lesões, o atletismo e a corrida em particular trazem muito mais benefícios do que os malefícios que podem causar.


0 visualização

GFD Amadora

Rua Olivença nº9
2700 - 622 Amadora

GFD Belém

Rua Fábrica Carp, 12A
1400-412 Lisboa

Não encontrou o que procurava?